A VISAO DE UM PERSONAL !


Vale muito a pena ler e refletir. Sera que todas essas pessoas que esbanjam saude e um corpo tao sarado estao tao bem assim? Como vai o emocional e o corpo por dentro? O que realmente e' saudavel? As vezes as aparencias enganam, o personal trainer Edu Nogueira escreveu um texto especialmente para o MIA BULIMIA

Segue abaixo: 

Em tempos de idolatria exagerada pelo culto ao corpo perfeito, motivado pelas mídias sociais (revistas, programas de TV, jornais etc), é cada vez mais comum ver nas academias de ginástica mulheres com seus “projetos Panicat” e os homens com o “Mister Universo” a todo vapor.
Até aí, podemos pensar: “...Isso é bom. Um estilo de vida saudável...”. Seria verdade, se toda essa empolgação não fosse unicamente com a finalidade estética.

Quando analisamos a maioria das situações, percebe-se que essa turma de guerreiros não está pensando necessariamente nos benefícios que o exercício físico trará ao longo da vida – e são inúmeros (em um outro post eu vou citá-los caso alguém ainda tenha alguma dúvida) – e sim na intenção de ser parecido “ao seu grande modelo”, seja ele(a) quem for. E para que se chegue a tal objetivo, muitas vezes acaba-se caindo nas armadilhas que quem é freqüentador de academia conhece: dietas “milagrosas”, treinamentos em jejum, treinar horas e horas com ou sem pequenos descansos (conheço casos de pessoas que treinam umas 2 horas de manhã e voltam a noite pra academia pra treinar mais umas 3 horas, como se isso fosse adiantar alguma coisa), trocar a toda a vida social pela academia, e no pior caso de todos, o uso indiscriminado de esteróides anabólicos androgênicos (mais conhecidos como anabolizantes).

É óbvio que podemos e devemos ter objetivos na vida (no caso aqui exposto, o objetivo de ser “sarado”), afinal de contas quem não gostaria de ter um corpo ideal, com seu abdômen “tanquinho”, com o braço ou a perna definida. Não é isso que a mídia prega?
Mas afinal, qual o conceito de “corpo ideal”?

Se tomarmos como base o que é mostrado hoje em dia por aí, o corpo ideal é ser parecido com fulano(a) ou beltrano(a), onde passa-se horas em academias, clínicas de estética, só comendo alimentação ultra-hiper-mega saudável, vivendo-se única e exclusivamente da imagem que é mostrada pro público em geral, mas para nós, educadores físicos, esse conceito vai mais além.
De que adianta ter um corpo bonito por fora, se por dentro está tudo errado? Será que vale a pena cair nessas armadilhas só para se chegar ao resultado mais depressa? 
Lembre-se de uma coisa: 

O corpo ideal é aquele onde há um equilíbrio do corpo e da mente: Músculos fortes, coração saudável, estilo de vida ativo, socialização, paz interior etc etc, e, se possível, um corpo “padrão mídia”. Nunca o contrário!


Edu Nogueira
Educador Físico e Personal Trainer
CREF: 77234-G
www.facebook.com/edunogueirapersonaltrainer

Comentários

  1. Oi Pri.
    Espero que o escrito acima "abra a cabeça" de muita gente por aí.
    Obrigado pela confiança.
    Em breve terão outros posts :)
    Bjs e parabéns mais uma vez

    ResponderExcluir
  2. Compartilho da mesma opinião, pois quase caí nessa cilada, mesmo sendo uma educadora física e personal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas