42. Como mudar a cabeça de uma pessoa Bulímica?

Algumas pessoas me perguntam:

Como mudar a cabeça de um Bulímico? Minha resposta é simples.

Você já tentou mudar algo dentro de si? Já percebeu como é difícil mudar uma crença, um hábito seu? Imagine tentar mudar a cabeça de outra pessoa? . . .


O que um Bulímico precisa não são pessoas a sua volta querendo mudar a sua mente, mas pessoas que realmente compreendam suas dificuldades.

Seria benéfico se ele ou ela tivessem ao seu redor pessoas que o apoiassem na busca de uma vida saúdavel, na busca da verdadeira paz interior e da qualidade de vida. Mas o que encontram são amigos e famíliares dizendo o tempo todo o quando a Bulímia é errada.


A Bulímia pode ser uma opção ao começar, mas depois de um tempo se torna um vício, uma doença. Uma realidade que não depende só da escolha. Grande parte das pessoas bulímicas sabem o quanto é ruim a doença e se culpam.


Se culpam por comer, por vomitar, se culpam por não serem perfeitos, se culpam pelos 3kilos a mais, se culpam por não conseguir se curar. Se culpam também por se deprimir, se culpam por terem tudo e ainda lhes faltarem o essencial que muitos julgam como superficial.


Alguém com Bulimia não precisa de lavagem cerebral e sim de informações sobre a doença e apoio daqueles que os amam e os tentam compreender. Informações básicas como, algumas consequências, sobre os alertas que o corpo dá quando falta nutrientes e o que isso pode ocasionar a longo prazo.


O ideal é entender o problema ou a nescessidade da pessoa que está doente e tentar aos poucos substituir para atos positivos aqueles atos auto destrutivos. Trabalhando nos sintomas e nos efeitos e com o tempo redirecionando a causa do problema para um novo hábito mais saudável.

Comentários

Postagens mais visitadas